A doença de Alzheimer é a perda progressiva da função mental, caracterizada pela degeneração do tecido do cérebro, incluindo a perda de células nervosas.

A Doença evolui como um tipo de demência que causa problemas de memória, pensamento e comportamento.

Sinais e sintomas mais comuns

Os sintomas geralmente se desenvolvem lentamente e pioram com o tempo, tornando-se graves o suficiente para interferir nas tarefas diárias.

O principais sintomas são:

  • Perda de memória;
  • Perder objetos pessoais;
  • Dificuldade para completar tarefas;
  • Desorientação temporal e espacial;
  • Problemas de linguagem;
  • Alterações de comportamento;
  • Agnosia ou incapacidade de identificar um objeto;
  • Alterações visuais;
  • Problemas de discernimento ou julgamento;
  • Insônia.

Prevenção

O estilo de vida é muito importante para prevenir o Alzheimer. Quanto mais cedo houver uma mudança de hábitos, mais fácil minimizar o problema. Algumas dicas:

  • Estimular o cérebro,  aprendendo algo novo: um idioma, um instrumento, palavras cruzadas, e leitura. Esses hábito auxiliam o cérebro a reter informações;
  • Exercitar-se: 30 minutos de atividade física de três a cinco vezes por semana;
  • Seguir uma alimentação saudável e balanceada: vegetais, peixes, frutas, óleos vegetais ricos em Ômega 3 são ótimos nutrientes para o cérebro;
  • Controlar o diabetes e a pressão arterial;
  • Tomar sol ou suplementar com Vitamina D: um estudo publicado em agosto de 2.014 na revista Neurology apontou que  a falta de vitamina D em idosos é um risco para o Alzheimer.

Referências

https://www.facebook.com/APhysiio/photos/diferen%C3%A7a-entre-o-c%C3%A9rebro-normal-e-c%C3%A9rebro-com-alzheimer%C3%A9-evidente-a-partir-da-f/1007644342695857/

https://slideplayer.com.br/slide/3292617/

https://newslab.com.br/alzheimer-de-acordo-com-a-organizacao-mundial-de-saude-oms-70-dos-casos-de-demencia-no-mundo-sao-causados-pela-doenca/

Texto de Maria Eugênia

Assistente de Coordenação da Escola de Enfermagem ABC “Myrthes Silva”